CONTRAPONTO

                  Artur Quintela

 

 

NEM PEDRA, NEM PÃO

NEM FLOR, NEM BOTÃO

NEM CÉU, NEM INFERNO

NEM TETO, NEM CHÃO

 

 

ORGULHO SIMPLES DE VIVER

VAIDADE SÓ PARA SOFRER

PRA SUPORTAR A DOR DA FOME

MESMO TENDO O QUE COMER

 

 

LER TUDO O QUE FOR CAPAZ

NÃO DESANIMAR JAMAIS

OLHAR SEMPRE O FUTURO

SEM ESQUECER

QUE VEM LÁ DE TRÁS

Anúncios