ODU-YÁ YEMANJÁ!

Raramente escrevo sobre os santos de origem africana. Hoje é exceção. Dia de Yemanjá (ou Iemanjá – as duas grafias estão certas).

Odu-Yá (ou Ô-Dô-Yá, como preferirem). Salve a doce mãe das águas. Salve Yemanjá! Meu Aledá.

A Bahia – que é de Todos os Santos – está em festa. Senhor do Bom Fim tem as escadarias lavadas e enxaguadas com água de cheiro. O pelourinho dobra-se hoje, em festa, encenando o fim da luta pela abolição, pelo fim do sofrimento dos filhos de Yemanjá.

Em todos os cantos do Brasil, entretanto, a festa é garantida. Os Ogãs imprimem o ritmo dos pontos de alegria. De emoção. E chega ao êxtase. Odu-Yá, Minha Mãe!!!

Yabás, Yalorixás, Babalorixás, Ogãs, Abiãs, Cambonos e Cambonas… enfim, todos se reúnem hoje, em festa, nos terreiros de Candomblé e Umbanda. Yemanjá se faz presente para abençoar os filhos de fé (e da fé).

Hoje, o calendário de 2011 é anunciado, com o Orixá do comando.

Hoje, para mim, é FESTA!

Anúncios