Reproduzo abaixo matéria recebida por email, hoje. É interessante.

FestCineamazônia Itinerante em Vista Alegre

“Criançada de Vista Alegre, vamos todos nós agora sorrir com os olhos!”. O trocadilho é do Palhaço Bicudo, que fez meninas e meninos, e muitos adultos, extravasarem grande dose de bom humor na noite desta quarta-feira, 8/12, em Vista Alegre do Abunã, na itinerância do FestCineamazônia.

É verdade que o público infantil de Nova Califórnia e Extrema se mostrava atentas aos vídeos e foi ao delírio com as palhaçadas de Bicudo, só que as crianças de Vista Alegre foram um show à parte. Elas queriam interagir, e em muitos momentos foram os protagonistas do espetáculo.

Bicudo se empolgou com a plateia e esbanjou atrações: fez a pulga Catarina dar saltos mortais, mergulhou num copo d’água, transformou o jornalista Silvio Santos num macaco. E ao voltar a ser o Silvio – o Zé Katraca, Bicudo parabenizou-o pelo aniversário presenteando-o com uma torta na cara. “Foi o máximo!”, vibrava a menina Êmily, 10. Andressa, 9, e Pablo,11, também transbordavam adrenalina.

Mas o lúdico não contagia só criança. O engenheiro florestal Carlos Xavier, 53, ficou vermelho de tanto rir. “Minha infância foi dura, com poucos motivos para rir. Essa criançada tem que aproveitar momentos assim. É disso que a juventude precisa: conscientização e brincadeira. Não dá pra parar de rir”, diz emocionado com lágrimas nos olhos. Mas certamente de alegria.>

É bem provável que os irmãos Lumière não imaginassem que o invento deles, no final do século XIX, seria instrumento de levar toda forma de arte a comunidades como Vista Alegre. “Pena é que vocês só vêm uma vez por ano. É preciso que eventos desse tipo aconteçam com mais frequência para ajudar a criar novas consciências, melhorando a relação entre os homens e a natureza”, diz Agenorf Santos, administrador de Vista Alegre.

Nesta quinta-feira, 9/12, o FestCineamazônia chega à Fortaleza do Abunã.

O FestCineamazônia itinerante 2010 é apresentado pela Oi, tem o patrocínio da Petrobras e BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, apoio cultural Oi Futuro, Governo de Rondônia através da Secel, Prefeitura de Porto Velho, Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Fundação Iaripuna.

Anúncios