QUANDO UM AMIGO SE VAI

 

Quando um amigo se vai leva com ele um pedaço do nosso coração.

Quando um amigo se vai fica a dor, a saudade, a angústia, a depressão.

Quando um amigo se vai a agonia parece infindável

A tristeza invade a alma, a gente sofre com o inevitável.

Quando um amigo nos deixa o mundo se abre aos pés

Falta chão, falta ar, tudo parece ao revés

Quando um amigo nos deixa o céu escurece

O sol desaparece

O olhar esmaece

Ao perder um amigo o homem treme.

O mais valente soldado se curva à dor da separação

O mais brioso combatente se abate por si só, sobre si mesmo.

Ao perder um amigo o mais sábio de todos se cala

As palavras somem do dicionário da vida

As lágrimas viram cascatas

E as faces viram os rios por onde fluem insensatas

Ao perder um amigo a dor parece irreparável.

Mas esse mesmo amigo nos deixa a lembrança

Das batalhas, das caminhadas, dos risos e das alegrias

Das esperanças e desatinos

Das tristezas e euforias

Da responsabilidade com a vida da gente e dos que nos cercam.

Meu grande amigo partiu.

Deixou a saudade.

Mas não só a saudade…

As lembranças que não se somam à saudade.

As experiências vividas conjuntamente

As batalhas vencidas ou perdidas

As construções erguidas

O ombro que amparou

A palavra que animou

Ficaram tantas coisas

Tantas que foram realizadas

Tantas que foram conquistadas…

Ficaram tantos projetos

Tantos sonhos sonhados

Tantos não realizados…

Realizá-los com quem?


Anúncios