O texto do amigo querido, Carlinhos Maracanã, corrobora o que escrevi a respeito, mesmo sem ter comparecido ao desfile no segundo dia.


Carnaval é coisa séria

Por Carlinhos Maracanã (*)

Com relação à matéria do Compositor e Carnavalesco Mestre Oscar, gostaria de congratular-me com o mestre.

Primeiro, quando o carro quebrou, bem em frente ao camarote das autoridades, ele já havia passado da primeira cabine de jurados, portanto já tinha recebido a nota, mas Evolução e Harmonia ainda estavam em julgamento.

Mas a segunda cabine, ainda não tinha recebido toda a escola para avaliação, portanto o espaço deixado deveria ter sido observado por esses jurados, desse módulo.

Os quesitos, Evolução, Harmonia e Alegorias, foram sim, prejudicados pela quebra, portanto, deveriam ser avaliados pelos jurados do segundo módulo de forma justa.

Eu ajudei a tirar o carro, juntamente com vários dirigentes e Bombeiros, como também ajudei a passar a bateria pelo lado (apertado) da avenida, eu vi o meu Amigo e Parceiro Jair Monteiro cantado e olhando para o carro sem saber o que fazer, falei rapidamente com o Presidente e fui com ele, tirar a bateria daquele posicionamento, bem como puxar as duas alas subseqüentes.

Um buraco enorme se fez na avenida, até que o próprio presidente, olhando o relógio, segurou um pouco mais as alas a frente, para refazer a Harmonia, mas em minha opinião, já era tarde.

O tempo de desfile da Escola não sofreu alteração, marquei todas as escolas, mesmo com a quebra do carro não estourou o tempo, mas os pontos dos quesitos citados deveriam ser descontados pelos jurados do segundo Módulo, repito.

Mérito é Mérito, vencer com reconhecimento, tanto dos jurados, das co-irmãs e do público, foi gratificante, assim, vencer é bom demais, parabéns Rádio Farol.

(*) O autor é Compositor, Carnavalesco, Sambista, Diretor de Harmonia.

Anúncios