Parece coisa de Tweeter. Mas não é bem assim.

A Presidente Dilma Roussef encerrou agora há pouco sua participação política na transposição dos servidores do Estado de Rondônia para o quadro federal.

Encerrou, em tese, porque assinou o “famigerado” Decreto, emperrado desde o ano passado e depositado em sua mesa como se fosse um trapo qualquer a que não se devesse valorizar.

Agora começa a outra fase, que pode ser tão terrível para a expectativa funcional quando a que acaba de encerrar-se: a burocrática.

O Decreto da transposição cria, dentre outras coisas, um Grupo de Trabalho para a realização do processo que levará o funcionário contemplado ao quadro federal. Esse Grupo de Trabalho tem, em tese, 180 dias (seis meses) para concluir os “estudos”, prazo este que pode ser prorrogado.

Conhecendo-se a “boa” vontade dos políticos para com Rondônia – incluam-se os do Estado -, pode-se presumir com alta margem de probabilidade de acerto que essa prorrogação será utilizada. Assim sendo, teremos aí 360 dias, ou seja, um ano para que a transposição seja efetivada.

Claro que para político nada melhor que ano eleitoral para fazer campanha em cima de atos públicos, principalmente do Executivo

Assim podemos calcular que o primeiro tempo encerrar-se-á em janeiro de 2012 e o segundo em julho. Nada mais conveniente para quem quer eleger seu sucessor ou reeleger-se.

Particularmente, acredito que a Transposição ainda vai render muito para a classe política municipal, estadual e federal. Tanto no Executivo, quanto no Legislativo. Afinal, este último clamará que foi por seu intermédio que a Transposição chegou ao Executivo. E apresentará os pais e mães da medida (além dos pseudo-mártires).

Bom, a expectativa positivista é que, como o Governo Estadual precisa reduzir os gastos com a Folha de Pagamento, deverá interessar-se pela celeridade do processo. Mas… política é política. Sabe-se lá em que redundará esta questão?…

BOA SORTE A TODOS OS SERVIDORES ESTADUAIS TRANSPOSTOS.

DE MINHA PARTE FICA AQUI, FINALMENTE, O RECONHECIMENTO DE QUE MESMO TARDIAMENTE DILMA VEIO. E ANTES TARDE DO QUE NUNCA!…

Anúncios