Lenha na Fogueira

 

Hoje Porto Velho se transforma na capital do Axé baiano. Acontece que começa o Carnaval Fora de Época que oficialmente é o Porto Alegria.

 

*********

Após algumas edições perambulando por vários ambientes, inclusive no espaço da Expovel. O Bloco Maria Fumaça volta a desfilar na avenida Jorge Teixeira que foi transformada há alguns anos, em um ramal da BR 319.

 

*********

A “briga” entre o Zezinho do Maria Fumaça e o Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual não foi fácil. Os procuradores conseguiram tirar o desfile do bloco durante alguns anos, mas, em 2011 a vitória foi do Bloco empresa.

 

*********

Na realidade, a vitória foi de um jovem advogado,  Antonio de Castro Alves Júnior que insistiu com o Zezinho que a Empresa Maria Fumaça deveria recorrer da decisão do Juiz.

*********

A empresa Maria Fumaça já havia desistido de “brigar”, tanto que estavam montando a estrutura dos camarotes na avenida dos Imigrantes, no mesmo espaço onde acontecem os desfiles das escolas de samba durante o carnaval tradicional.

 

**********

De repente recebe a noticia dada pelo seu advogado de que o Juiz havia autorizado o desfile na Jorge Teixeira.

 

**********

Na mesma noite, a estrutura da Imigrantes foi desmontada e levada para a Jorge Teixeira.

 

***********

Eufórico, Zezinho do Maria Fumaça nos contou que já no primeiro dia que eles passaram a divulgar que o Carnaval Fora de Época iria realmente acontecer na Jorge Teixeira a venda dos abadas triplicaram.

 

**********

Em 2010 com o carnaval acontecendo na Expovel Zezinho nos disse que levou o maior “ferro” da história de bloco. “O prejuízo foi muito grande”, disse o carnavalesco.

 

*********

Apesar de muita gente ser contra o Carnaval Fora de Época seja ele realizado em qualquer espaço em Porto Velho.

 

**********

 Lembramos que o evento proporciona renda para o comercio, para o setor de hotelaria, restaurantes e os ambulantes que aproveitam para faturar um extra durante a festa.

*********

O que é preciso é a prefeitura saber explorar turisticamente a festa promovida pela empresa Maria Fumaça. Por que não colocam arquibancadas para o povão assistir os shows das bandas baianas e cantoras como Cláudia Leite que vai se apresentar no sábado.

 

*********

Em outros anos, até que a prefeitura colocava arquibancadas, este ano não colocaram nada.

 

**********

É preciso nossas autoridades ligadas a órgãos que fomentam o turismo em Porto Velho acordarem para o potencial turístico que é o Carnaval Fora de Época.

 

*********

Será que vão pelo menos distribuir camisinha durante os três dias de Carnaval Fora de Época.

 

*********

Porto Velho já pode ser considerada uma capital onde o turismo de eventos é muito forte.

 

*********

Temos o carnaval tradicional com a Banda do Vai Quem Quer e demais blocos.

 

*********

Temos a Expovel, temos a peça O Homem de Nazaré. temos o Arraial Flor do Maracujá. temos o Festival Amazônia Encena na Rua, temos o Festcine Amazônia, temos o Festival Curta Amazônia, temos a Marcha para Jesus, temos a Parda Gay entre outros grandes eventos.

 

***********

Com certeza, se esses eventos fossem trabalhados como produto turístico, muitas divisas trariam para a capital das Usinas de Santo Antônio e Jirau.

 

**********

Enquanto o governo finge que não escuta o que o povo fala. Vamos brincar carnaval na avenida Jorge Teixeira de hoje até sábado, com o Bloco Maria Fumaça

 

FORA DE ÉPOCA

Porto Alegria começa hoje

 

O carnaval fora de época de Porto Velho “Porto Alegria” começa na noite de hoje com o desfile do Bloco Maria Fumaça na avenida Jorge Teixeira no perímetro entre a Pinheiro Machado e a Álvaro Maia.

O evento promovido pela empresa Maria Fumaça está completando 15 anos de realização com sucesso. “Graças a Deus que nossas promoções são prestigiadas pelo público”, disse Zezinho. Pouca gente sabe que o Porto Alegria é um evento criado pelo governo estadual através da Fundação Cultural do Estado de Rondônia – Funcetur (hoje Secel), em 1996 e que teve como coordenador por parte do governo o Flávio Carneiro, a empresa Maria Fumaça contratou a empresa baiana Activa dirigida pelo Law e pelo San Juan para produzir o evento enquanto o Bloco Maria Fumaça era e é dirigido pelo Zezinho.

O carnaval fora de época de Porto Velho sempre aconteceu no mês de julho com a melhores e maiores bandas e cantores e cantoras baianas como Ivete Sangalo, Chiclete com Banana, Araketu, Asa de Águia, Jamil e uma Noite, Timbalada e tantas outras.

As atrações que estarão a partir de hoje puxando o Bloco Maria Fumaça nos três dias de carnaval são: Banda Eva (14.07), Banda Cheiro de Amor (15.07), Pimenta Nativa (15.07) e Claudia Leite encerra o carnaval na noite de sábado.

A contração começa as 19h00 na avenida Jorge Teixeira no perímetro entre a Pinheiro Machado e a Quintino Bocaiuva.

 

FESTIVAL           

 

Amazônia encena na rua

 

O cortejo de abertura vai acontecer na próxima segunda feira

 

Respeitável público, o maior festival de teatro de rua do estado de Rondônia vai começar! O grupo O Imaginário tem honra de convidar as senhoras e os senhores, para o cortejo de abertura, que vai acontecer na próxima segunda feira dia 18, com concentração a partir das 16h00 na praça das Caixas D’água de onde sairá as 16h00, rumo à praça da Madeira Mamoré exatamente, até o anfiteatro, local aonde as 19h00 será aberto oficialmente o Festival Amazônia Encena na Rua. Chicão Santos idealizador e produtor do evento, espera contar com a presença do governador Confúcio Moura e do prefeito Roberto Sobrinho na solenidade de abertura. “Encaminhamos convite aos dois, aguardamos suas presenças, se não no cortejo, pelo menos na solenidade de abertura”, disse Chicão Santos.

O primeiro espetáculo do Amazônia Encena na Rua versão 2011 será a apresentação do espetáculo, “Meu boi precioso” que será encenada pelos integrantes do Ponto de Cultura “Ponto de Inicio” de Porto Velho as 20h00.

A primeira noite do Amazônia Encena na Rua será encerrada, com a apresentação do espetáculo “Saltibembe Mambembancos” pelo grupo de Circo e Teatro Rosa dos Ventos de Presidente Prudente (SP).

Durante sete dias (18 a 24), o público de Porto Velho amante do teatro de rua, vai apreciar espetáculos teatrais encenados por grupos de Rondônia, São Paulo, Tocantins, Mato Grosso, Amapá, Para, Amazonas, Paraná, Rio Grande do Sul, Maranhão, Acre, Distrito Federal e Roraima.

O Festival Amazônia Encena na Rua conta com o apoio cultural do MinC, Governo de Rondônia – Secel, Prefeitura de Porto Velho (Fundação Iaripuna, Semed), Sesc-Ro e Funarte o patrocínio é da Caixa Econômica Federal.

 

 

Anúncios