Tem gente que só vai ler amanhã.

Eu, que sou esperto, já recebi hoje e curti as boas novas do amigo Silvio Santos.

Então pega aí, adiantado como eu.

 

 

 

MPF/RO

Concurso de Redação

Estudantes das escolas públicas do ensino médio podem se inscrever até o dia 21 de outubro           

“O Ministério Público Federal e sua importância para a sociedade”. Este é o tema do 1º Concurso de Redação do MPF em Rondônia. Idealizado pelo procurador-chefe da instituição, Reginaldo Trindade, o concurso tem por objetivos fortalecer a cidadania nos adolescentes, fomentar a reflexão e o conhecimento acerca das atribuições e da importância do Ministério Público Federal na sociedade e despertar os estudantes para o debate sobre o tema.            “Com este concurso queremos aproximar ainda mais o Ministério Público Federal da sociedade. A classe estudantil merece toda a nossa atenção por ser a base da sociedade que teremos num futuro próximo”, disse o procurador da República Reginaldo Trindade.            Estudantes das 1ª, 2ª e 3ª séries do nível médio de escolas públicas situadas em Porto Velho podem participar do concurso. As inscrições vão até 21 de outubro e as redações serão feitas pelos alunos no dia 20 de novembro, em local a ser definido pelo MPF/RO.            

As avaliações das redações serão realizadas no período de 21 a 28 de novembro pela banca examinadora presidida pelo procurador-chefe e composta pelos servidores do MPF/RO Luíza Archanjo, Marcelo Xavier da Silva, Claudinéa Guatura e Pedro Sampaio Carvalho, além do analista em redação do Ministério Público Estadual, Pedro Vilarim. Eles avaliarão a pertinência temática; originalidade e criatividade; coesão e coerência; uso da gramática; e vocabulário.           

A divulgação das notas ocorrerá no dia 30 de novembro, na sede do MPF/RO, localizado na Avenida Abunã, 1759, Bairro São João Bosco, em Porto Velho. A premiação das três melhores redações será no dia 14 de dezembro, com a entrega de um notebook para o primeiro lugar, um netbook para o segundo colocado e uma câmera fotográfica digital para o terceiro premiado. O regulamento completo do concurso está disponível no endereço http://goo.gl/UWfL4 (AI)

 

DEBATE

 

Subsolo, Sub-Estação e Mesa Giratória

A programação paralela do Festival Palco Giratório do Sesc apresenta neste final de semana: Subsolo – Arqueologia do Teatro Portovelhense – Hoje a partir das 15h no Cine Sesc Esplanada. Os grupos “Diz Farsa”; Sem Nexo Complexo e a Cia de Artes Fiasco estarão registrando suas histórias através de perguntas elaboradas pelos jornalistas Silvio Santos e Rose Viegas. Esse evento pode ser acompanhado on line para tanto, basta entrar o site www.ro.sesc.br.com e clicar o link do blog do festival.

Sub-Estação

Hoje também acontece o Sub-Estação – Uma proposta pioneira das artes cênicas em Rondônia. Atravessa o tempo-espaço partindo dessa ideia que a própria etimologia se estabelece como secundária para transpor um novo valor de significação da representação, ou seja, é uma proposição de criação de um território sub, off, DES, para proporcionar uma nova relação com a arte e seus desdobramentos.

A partir das 23h59 a Cia Cacos de Teatro vai apresentar a performance Romeu Jukebox na área de convivência do Sesc Esplanada para maiores de 18 anos.

Palestra

Amanhã dia 11 às 15h, a jornalista Luiza Arcanjo atua como mediadora da Palestra: “Utilização dos Espaços Cênicos em Porto Velho” no Cine Sesc Esplanada com a participação dos seguintes convidados: Altair dos Santos Lopes – Presidente da Fundação de Cultura de Porto Velho – Iaripuna – Teatro Municipal de Porto Velho· Maria de Fátima Ferreira de Oliveira – Secretária Municipal de Educação – Teatro Banzeiros · Francisco Leilson – Secretário de Cultura, Esporte e Lazer do Estado de Rondônia – Teatro Estadual de Rondônia · Waldiney Resky – Representante do Cine Teatro Resky · Beto Bertagna – Superintendente do IPHAN –Teatro de Arena do C.E.F.M.M. · Josenir Dettoni – Pró-Reitor de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis da UNIR – Teatro da UNIR · Fabiano Barros – Coordenador de Cultura do SESC – Teatro 1 do Sesc · Luiz Carlos Marques – Diretor do Sest/Senat – Teatro do Sest/Senat.

CARNAVAL 2012

 

Diplomatas do Samba apresenta sinopse

 

Sou Púrpura e Escarlate em tons de Carmim tema da escola para 2012

A escola de samba Os Diplomatas a mais antiga agremiação carnavalesca do estado de Rondônia, comunica aos compositores que a sinopse do enredo: “Sou Púrpura e Escarlate em tons de Carmim” está a disposição e pode ser solicitado através dos telefones Fabiano (69) 9258-2147; Eufrasio (69) 9263-4689; Cantarelli (69) 84011528 e Irailde (69) 81546617. De acordo com o Regulamento do Concurso de Samba Enredo as inscrições pode ser feitas até o dia 20 de outubro de 2011. “Os compositores confirmam a sua inscrição entregando a coordenação: Arquivo contendo o Samba de Enredo e a Letra do Samba de Enredo gravado em CD. Não será cobrada qualquer taxa de inscrição para a participação no concurso”, Informa o presidente Marcel Fabiano.

 

Sinopse

 

O tema “Sou Púrpura e Escarlate em tons de Carmim” é de autoria dos carnavalescos Dulcineide Alves, Joabe Leão, Mariluce Gonçalves, Irailde Gualter e João Big.

 

“O vermelho faz parte da cultura humana desde o principio da história da humanidade repleta de significados tantos positivos quanto negativos. Falando historicamente nos deparamos com o uso da cor na pré historia representando a caçada, símbolo do poder de uma época a cor é inserida nas vestimentas dos nobres e considerada a cor dos generais e da burguesia.

Entre símbolos e significados o vermelho, além do poder, representa vitalidade e ambição, está presente nos signos de Áries e Escorpião e tem como palavras chaves a atração, amor, paixão e desejo. Na idade Média,  os homens utilizavam o escarlate para tingir tecidos, preparar cosméticos e como ingredientes culinários”.

Assim os carnavalescos da escola tetra campeã do carnaval de rua de Porto Velho sugerem aos compositores como utilizar a cor vermelha em seus sambas enredos. Apesar de se pautarem apenas no que encontraram sobre o “Vermelho” em arquivos antigos, desprezando a utilização contemporânea da cor que representa a paixão e até na questão do folclore com o bo Garantido de Parintins, o Flor do Campo de Guajará Mirim e o Corre Campo de Porto Velho, além da própria escola de samba que tem como cor principal o vermelho, se assim pensassem os carnavalescos da Diplomatas com certeza,  proporcionariam aos seus admiradores, um carnaval mais regional e em conseqüência mais apaixonante. De qualquer maneira o enredo é sugestivo e com certeza será bastante explorado pelos compositores que se proporem a participar do concurso de samba enredo da escola mais antiga da Amazônia.

 

 

Anúncios