Lenha na Fogueira

Sobre o Natal as coisas estão acontecendo devidamente. Desde ontem, o Mercado Cultural transformou-se em uma grande tela de cinema onde são exibidos de 10 em 10 minutos (a noite), belas imagens dos nossos monumentos históricos.

************

Hoje a noite não será diferente. Só tem um agravante. Ernesto Melo coordenador do Projeto A Fina Flor do Samba que acontece toda sexta feira no Mercado Cultural, nos informou que em conversa com a equipe responsável pela projeção das imagens na parede do Mercado, ficou acertado que a Roda de Samba vai poder acontecer.

**********

A proposta que o Ernesto Melo apresentou aos responsáveis pela projeção das imagens, não recebeu resposta e sendo assim, A Fina Flor do Samba vai acontecer.

*********

A proposta do Poeta da Cidade era de que a empresa responsável pelas imagens destinasse um cachê para os músicos e a Fina Flor do Samba seria montado em outro local fora do Mercado Cultural. Como ninguém da empresa se manifestou, pelo menos até a tarde de ontem, o Samba vai acontecer juntamente com a projeção.

**********

Então vamos ver as belas imagens dos nossos monumentos históricos ao som do samba da Fina Flor.

*********

Como estávamos dizendo! As festas natalinas estão acontecendo com tudo que tem direito.  Porém, tem um evento que precisa ser olhado ou tratado com maior carinho.

*********

Estou me referindo ao Revellion. O fim do ano está na porta e até hoje, não ouvimos sequer rumores de que em Porto Velho vai acontecer uma festa de Reveillon.

**********

Seja programada por empresa particular ou pelos órgãos afins do município e do estado.

**********

Tirando aquela aprontação do Reveillon de 2009 que aconteceu em Frente ao prédio do relógio sede da Secel.

**********

Há muito tempo a população de Porto Velho não participa de uma festa de Reveillon de verdade.

*********

Aquela que tem queima de fogos de artifícios e muita música com bandas se apresentando ao vivo.

*********

Não precisa ser banda de fora não!  As nossas são muito boas.

*********

Temos DJs de qualidade que atuam em nossa cidade, além de vários grupos musicais, sejam grupos de pagode, forró, axé, rock, sertanejo, vanerão. Temos de tudo aqui em Porto Velho.

*********

Só falta alguém, seja do governo municipal ou do governo estadual querer fazer que faz. Quer dizer, é uma questão de querer fazer.

************

Se acharem que uma festa no centro da cidade tira a possibilidade de uma maior participação da população que mora na periferia da cidade. Nas Zonas Leste. Sul e Norte. É só promover festas nessas Zonas da cidade.

**********

Querem uma sugestão: Na Zona Sul o réveillon poderia ficar a cargo dos blocos de trio que tem sede naquela área da cidade. Furacão da Zona Sul, Taperebá e outros. O local seria o Campo “Florestão”.

**********

Na Zona Leste a coordenação poderia ser dos responsáveis pelo “CarnaLeste” e pode acontecer no “Princesão”

**********

Na Zona Norte tem um bloco muito bem organizado cujos diretores poderiam coordenar o Reveillon daquela região, que poderá ser montado no mesmo local aonde eles fazem o arraial de Sâo João.

**********

Se assim fosse pensado, a festa ao contrário do que muitos devem estar pensando, ficará muito mais barata.

**********

Do que se fosse armada no centro da cidade, pois a estrutura teria que ser bem maior e as atrações teriam que ser artistas consagrados para poder tirar a população do aconchego do Reveilon familiar.

*********

Uma festa no estilo que estamos sugerindo, no máximo que vai gastar é R$ 500 Mil. E o povo vai ficar feliz e elogiando quem tiver a coragem de realizar.

*********

Vamos transformar a festa de final de ano de Porto Velho em atração turística.

*********

Em Porto Velho não se respeita nem mesmo Yemanjá a entidade mais cultuada no Reveillon, pois o povo não tem acesso a beira do RIO MADEIRA para levar as oferendas a rainha das águas. Sarava!

 

 

 

CINCO E MEIA

 

 

Bado e Trio do Norte no Mocambo 

Os projetos “Cinco e Meia” e “Acordes na Praça” retornam neste sábado (10/12) à praça São José, no bairro Mocambo, com  apresentação do compositor e cantor Bado e do grupo de música instrumental “Trio do Norte”.  O trabalho tem o patrocínio da Secretaria Estadual de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e apoio da Fundação Municipal de Cultura Iaripuna.

Bado, considerado como um dos melhores compositores da região Norte, apresentará no Mocambo um repertório que mescla músicas autorais e de grandes nomes da música popular do Brasil, como Lenine, Paulinho Mosca, Nei Lisboa, Djavan, Chico Buarque, João Bosco e Edu Lobo, entre outros. Ele canta com banda formada por Ronald Vasconcelos (guitarra), Mauro Araújo (teclados), Júnior Lopes (bateria), Sérgio Santos (contrabaixo),  Cleiton Esquerdo (contrabaixo), David (flauta e saxofone) e Bia Melo (percussão).  

Com a participação dos músicos Paulo Araújo (contrabaixo), Mauro Araújo (teclados), Júnior Lopes (bateria) e  Telêmaco (bateria), o Trio do Norte é um grupo instrumental com repertório variado formado por músicas do cenário nacional e internacional, sendo que no Mocambo o grupo vai dar maior ênfase à música regional.  

O retorno do “Cinco e Meia” e  do “Acordes na Praça” ao Mocambo, que é considerado como o  berço da boêmia de Porto Velho, deve-se ao sucesso da apresentação feita há 15 dias, quando  moradores do próprio Mocambo e de outros bairros da cidade protagonizaram bons momentos de confraternização com a presença de grandes artistas da música regional.  “A receptividade do trabalho foi muito grande e a expectativa é de que o sucesso se repita neste sábado”, considera o produtor do Cinco e Meia, Bubu Johnson.  

Serviço 

Apresentação do cantor e compositor Bado e banda e do grupo de música instrumental “Trio do Norte”

Local – Praça São José – bairro Mocambo

Data – 10/12/2011

Hora – 20h

PROJEÇÃO

 

Fina Flor e natal com energia no mercado

O Mercado Cultural terá parte de sua decoração e iluminação natalinas removida, neste final de semana, para que a Santo Antonio Energia possa realizar o projeto “Natal com Energia”, é o que informou a primeira-dama Lucilene Peixoto, coordenadora do Projeto Natal de Todos que contempla este logradouro público todos os anos com a iluminação e enfeites natalinos.

A fachada será utilizada para projeções mapeadas. Serão mostradas imagens que contam um pouco da história de Rondônia, e da capital, da cultura e das riquezas daqui e ainda sobre a implantação do empreendimento na cidade. “A empresa nos procurou e solicitou nossa parceria para que este projeto acontecesse e nós apoiamos a idéia. Será mais um atrativo, neste mês, que complementa as ações do Natal. Serão feitas projeções de luzes e cores que vão contagiar os visitantes. Serão apresentações gratuitas de cerca de dez minutos cada”, explicou Lucilene.

 Ela disse ainda que estas projeções serão realizadas de 08 a 10 de dezembro, de 19 a 22h, distribuídas em quatro apresentações. “Pessoas de todas as idades, poderão conferir. Será um grande atrativo e que vai abrilhantar a programação deste mês alusiva ao período natalino”, afirmou.

Depois do dia 10/12, a decoração e a iluminação será novamente implantada. “O mercado é um ponto tradicional do projeto Natal de Todos. Muitas pessoas já o tem como referência tanto como ponto turístico, como para o registro desse período natalino, pela bela decoração que realizamos nele, por isso assim que o projeto for encerrado, serão montados novamente os enfeites e a iluminação”, finalizou Lucilene.

Fina Flor do Samba

O coordenador do Projeto A Fina Flor do Samba, compositor e músico Ernesto Melo procurou a nossa reportagem na manhã de ontem 08, para confirmar, que mesmo com a programação da Santo Antonio Energia a  Roda de Samba da Fina Flor vai acontecer. “Participamos da reunião com a equipe responsável pelo “Natal com Energia”, mais os representantes do Departamento de Turismo da Prefeitura e sugerimos que as projeções sejam intercaladas com a apresentação da Fina Flor do Samba”. Assim de acordo com o Poeta da Cidade, a Santo Antonio Energia  projeta as imagens a partir das 19h e a Fina Flor começa as 20h. As 21h voltam as projeções e logo depois a roda de samba continua e  assim sucessivamente até a madrugada chegar. “Vamos proporcionar aos que estiverem na praça Getúlio Vargas na noite desta sexta feira, momentos do mais puro lazer cultural”, finalizou Ernesto Melo.

Anúncios