A BOLA DE LUIZ ALBUQUERQUE

 

Hoje, ao ler o conto do companheiro Luiz Albuquerque, “O Brinquedo e a Criança”, não pude conter a emoção.

 

De origem simples, já vi-me às tontas, correndo atrás de uma bola de meia ou de jornal.

 

E aqueles que acompanham minha jornada hoje sabem que tenho em casa uma pessoa que necessita constantemente de cuidados – minha filha Aline.

 

Pois bem… Luiz fez-me voltar ao sábado passado, quando presente se fez Aline na Creche da Dona Lúcia, carinhosamente apelidada de “Gaguinhos e Caduquinhos”.

 

Aline não quis saber de seus infortúnios. Graças ao carinho e generosidade de amigos que sempre se fizeram presentes, inclusive os companheiros das noitadas no Mercado Cultural, se sobrepôs aos males físicos e faz de sua trajetória nesta vida uma razão para ajudar a quem mais precisa.

 

Junto com amigos do CAPS (Clube Amigos Para Sempre) Aline “adotou” a creche de Dona Lúcia e fez a alegria de inúmeras crianças. Com muitos presentes. Dentre eles, muitas… muitas bolas. Para que meninos, iguais ao do conto de Luiz, sorrissem “de orelha a orelha”.

 

As fotos estão postadas no facebook e orkut de Aline.

 

Não vou entrar em muitas delongas aqui. Mas o texto do amigo Luiz fez-me lembrar de quantas crianças foram alegradas, quantas tiveram os rostinhos iluminados, ao receberem de Papai Noel um brinquedinho ou um caderno.

 

E, nisso, pasmem-se os incrédulos, recaiu a maior surpresa. Nossas crianças não querem apenas brincar. Desejam fortemente estudar.

 

Das sessenta e tantas cartinhas recebidas, mais da metade eram pedidos de material escolar.

 

E, mesmo assim, Aline juntou aos presentes inúmeros brinquedos, ofertados, não apenas às crianças de Dona Lúcia, mas a todas que adentraram a creche.

 

Quer saber mais? Acesse a página de Aline Quintela no orkut ou facebook.

 

MAIS A MAIS…

 

FELIZ NATAL PARA TODOS!

Anúncios