Lenha na Fogueira

Pelas entrevistas que o governador Confúcio Moura vem concedendo aos diversos meios de comunicação. Em 2012, Rondônia será um mar de rosas.

*********

Assim esperamos que seja. Aliás, a torcida de todos é para que o governador veja seus projetos realizados com sucesso.

*********

Tá certo que o primeiro ano serviu para tentar arrumar a casa, coisa que parece, está sendo muito difícil.

*********

Justamente porque se trata de um governo de coligações ou de cooperação como diz o slogan.

*********

Outro agravante, foi que Confúcio recebeu do governo anterior, segundo dizem, pepino recheado com abacaxi.

*********

Com o orçamento praticamente todo comprometido e ainda tendo que administrar as picuinhas partidárias.

*********

Confúcio Moura quase não pode realizar o planejado, para o primeiro ano.

********

Além disso, algumas mancadas foram observadas. Copiar o que está sendo colocado em prática em outros estados, nem sempre pode dar certo em Rondônia.

*********

Paraná é Paraná é região fria! São Paulo é aquele congestionamento, assim como Pernambuco, Bahia e Rio de Janeiro têm as capitais impregnadas de mau cheiro. Por isso seus técnicos não servem para atuar em Rondônia.

**********

O vicio da corrupção, do mal feito, do jeitinho, vem junto com essas pessoas, que chegam pensando que os que aqui fizeram residência, têm o nariz furado feito porco.

********* 

Nossa realidade é bem diferente de tudo quanto é estado brasileiro.

********

Rondônia, além de ter que administrar seus problemas, ainda tem que aturar problemas do Acre e do Amazonas, pois a localização do nosso estado chama para essas preocupações, por ser entroncamento e passagem para o Acre, Bolívia e Amazonas

*********

É um corredor por onde passa todo tipo de mercadoria e gente.

*********

Essa facilidade de comunicação, deixa precária nossa segurança, nosso atendimento hospitalar, além de encarecer o preço dos imóveis e do setor hoteleiro e aí se juntam os restaurantes e o transporte.

*********

Quem sabe lidar com esses problemas são pessoas que vivem no estado há alguns anos e não quem chega apenas para assumir temporariamente cargos no governo estadual.

*********

Administrar sem poder mandar é muito difícil, esse é o dilema do nosso governador, pois ele não tem autoridade para demitir uma pessoa que esteja ocupando cargo de importância em seu governo, porque o cargo não é do governo estadual e sim do Partido que apoiou a campanha para governador.

*********

Como nas entrevistas que estão sendo levadas ao ar e publicadas na mídia impressa, o governador diz que vai ajustar seu secretariado, esperamos que em 2012 ele realmente comece a governar.

*********

Ele (o governador), já deve estar careca de saber, que sem poder ser o comandante das rédeas, os animais ficam incontroláveis e nesse caso, as falcatruas continuam a acontecer sem que sejam molestados seus idealizadores.

******** 

Por isso, ficamos na torcida dos que acreditam, que o governo de Confúcio Moura será a salvação do estado no que diz respeito à saúde, educação e segurança.

*********

Não quero nem me reportar sobre cultura, pois, em Rondônia a cultura mais praticada não é a da produção agrícola, mas, a da corrupção.

*********

Por isso a partir de agora não vamos mais pedir em nome da cultura. Vamos lutar por mais investimentos nos seguimentos artísticos.

*********

Queiram ou não queiram, ninguém ouviu, leu ou assistiu, qualquer noticia dando conta que em Rondônia houve problemas de desvio de verba na secretaria de cultura.

*********

Nossa Secel deveria merecer do governador Confúcio Moura atenção especial, pois foi a secretaria que mais divulgou o estado positivamente durante o primeiro ano do seu governo.

*********

Se eu fosse o governador disponibilzaria através da Secel para as escolas de samba e blocos de todo o estado de Rondônia pelo menos R$ 1 Milhão.

*********

Ao governador Confúcio Moura desejo muito sucesso no ano que está chegando.

********

O resto à gente empurra com a barriga!

AUDIOVISUAL

SAv lança cinco editais com total de R$ 17,9 milhões

Os editais abrangem todas as regiões do país e foram concebidos para apoiar obras de longa e curta-metragem de baixo orçamento

A Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura – SAv –  abriu ontem,  28,  as inscrições para cinco novos editais de fomento à produção audiovisual, que juntos representam um investimento total de R$ 17,9 milhões. As inscrições vão até 10 de fevereiro de 2012.

Os editais abrangem todas as regiões do país e foram concebidos para apoiar obras de longa e curta-metragem de baixo orçamento, entre ficções, animações e documentários, roteiristas profissionais e estreantes, além de apoiar cinco iniciativas de documentários de longa-metragem com orçamento de mercado.

Veja abaixo o resumo de cada edital e acesse os documentos completos:

Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Cinematográficas, Inéditas, de Ficção, de Baixo Orçamento – apoiará, com até R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais), cada umas das 10 (dez) obras cinematográficas inéditas de baixo orçamento, de ficção, com duração de até 70 (setenta) minutos com uso ou não, parcial ou total, de técnicas de animação, sendo permitida a incursão experimental com caráter de inovação de linguagem. Cuja destinação e exibição seja prioritária e inicialmente voltada ao mercado de salas de exibição. Valor total: R$12 milhões.

Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Inéditas de Curta Metragem, do Gênero Ficção, Documentário e Animação – fomentará a produção de até 25 (vinte e cinco) projetos, destinando apoio individual no valor de até R$ 100.000,00 (cem mil reais). As obras cinematográficas devem ser inéditas, de curta metragem de ficção, documentário e animação, sendo permitida a incursão experimental, com caráter de inovação de linguagem. As produções devem ter duração entre 10 (dez) e 15 (quinze) minutos. Valor total: R$ 2.5 milhões

Edital de Apoio ao Desenvolvimento de Roteiros Cinematográficos Inéditos, de Ficção para Roteiristas Profissionais* – tem o objetivo de selecionar até 13 (treze) projetos, que terão apoio individual no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais). Serão contemplados 8 (oito) projetos de desenvolvimento de roteiros cinematográficos, inéditos, com duração de até 70 (setenta) minutos, de ficção e 5 (cinco) projetos de desenvolvimento de roteiros, com duração de até 70 (setenta) minutos, com temática infantil, inéditos, de ficção. Os roteiros com temática infantil devem ser dirigidos ao público com faixa etária de 4 (quatro) a 12 (doze) anos.

*ROTEIRISTA PROFISSIONAL é a pessoa física, autor da obra literária, adaptada ou não, a ser utilizada na produção de filme ficcional, que tenha ao menos um roteiro de longa-metragem de sua autoria filmado e exibido em circuito de salas de exibição comercial ou em mostras e festivais de cinema e/ou canais de televisão. Valor total: R$ 650 mil.

Edital de Apoio ao Desenvolvimento de Roteiros Cinematográficos Inéditos, de Ficção para Roteiristas Estreantes* – irá fomentar a produção de até 10 (dez) projetos, com o valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para cada um. Serão contemplados os projetos de desenvolvimento de roteiros cinematográficos, inéditos, de ficção, exclusivamente para roteiristas estreantes.

*ROTEIRISTA ESTREANTE é a pessoa física, autor da obra literária, adaptada ou não, a ser utilizada na produção de filme de longa metragem ficcional, que nunca teve um roteiro de longa metragem de sua autoria filmado, e exibido em circuito comercial ou em mostras e festivais cinematográficos e/ou canais de televisão. Valor total: R$ 250 mil.

Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Cinematográficas do Gênero Documental inéditas – prevê a seleção de até 5 (cinco) projetos, destinando apoio individual no valor de até R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais). Serão contempladas produções cinematográficas, com duração de até 70 (setenta) minutos, inéditas, do gênero documentário, com uso ou não, parcial de técnicas de animação, sendo permitida a incursão experimental com caráter de inovação de linguagem. Valor total: R$ 2.5 milhões.  Informações: concurso.sav@cultura.gov.br

PIADA

 

 

Empregada pede um aumento

 

 

– Madame, estou precisando de um aumento.

A senhora muito chateada pergunta:

– Maria, porque você acha que merece um aumento?

Você só está aqui há três meses.

– Madame, há três razões por que eu acho que mereço um aumento.

– Em primeiro lugar, eu passo as roupas melhor do que a senhora.

– Quem foi que disse isso?

– Foi o patrão quem disse. Em segundo lugar, eu cozinho melhor do que a senhora.

– Que absurdo, quem disse isso?

– Foi o patrão quem disse.

– Em terceiro, eu sou melhor na cama que a senhora.

– Filho da mãe! Foi meu marido quem disse isso também?  Não,

madame, foi o motorista.

Não é que ela conseguiu um excelente aumento…

Anúncios