NÃO QUERIA VOLTAR A ESTE ASSUNTO. ENOJA-ME VER COMO A POLÍTICA É MAL ADMINISTRADORA.

ENOJA-ME, SOBRETUDO, VER COMO O POVO SOFRE, SOFRE, SOFRE E CONTINUA A VOTAR NOS MESMOS CANALHAS DE SEMPRE.

A TRANSPOSIÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DO ESTADO DE RONDÔNIA PARA O QUADRO FEDERAL NÃO É UM FAVOR. É UMA OBRIGAÇÃO QUE FAZ PARTE DA ELEVAÇÃO DO TERRITÓRIO FEDERAL À CATEGORIA DE ESTADO. ISSO DESDE 1981.

NÃO CONSIGO ENTENDER A INOPERÂNCIA GOVERNAMENTAL.

SEMPRE DISSE QUE NÃO ACREDITAVA NA BOA VONTADE, MAS AGORA FOI DEMAIS.

SIMPLESMENTE INTERROMPERAM O PROCESSO DE TRANSPOSIÇÃO. A ALEGAÇÃO DE QUE UM DOS MEMBROS DA EQUIPE MORREU NÃO PROCEDE. AFINAL… NÃO SE PODE IR AO CÉU (OU INFERNO) PARA CONTINUAR UM PROCESSO INICIADO NA TERRA.

O QUE VEJO É A CRETINICE DE DESCULPAS VAGAS DE UMA CORJA INCOMPETENTE E POLITIQUEIRA.

CLARO… É ANO DE ELEIÇÃO E “TITIA DILMA” NÃO VAI PERDER A OPORTUNIDADE DE GANHAR MAIS ALGUNS VOTINHOS PARA SEU PARTIDO COM A FAMIGERADA TRANSPOSIÇÃO.

JÁ ERA SABIDO QUE ESSE IMBRÓGLIO SÓ TERMINARIA POUCOS DIAS ANTES DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS. O PT NÃO PODE “PERDER” A CAPITAL, ONDE RESIDE A QUASE TOTALIDADE DOS FUNCIONÁRIOS A SEREM TRANSPOSTOS.

VEJAMOS, ENTÃO, O QUE PUBLICA O SITE TUDO RONDÔNIA

http://www.tudorondonia.com/noticias/transposicao-planejamento-diz-que-nao-tem-previsao-para-divulgar-instrucao-normativa,26425.shtml

A MATÉRIA É DO DIA 1º DESTE MÊS E RELUTEI MUITO ANTES DE REPUBLICÁ-LA.

MAS, POR RESPEITO AOS QUE ME SEGUEM, NÃO POSSO FURTAR-ME A COMENTAR MAIS ESSA PANACÉIA.

01/02/2012 – 16h38min – Atualizado em 01/02/2012 – 16h38min

Transposição: Planejamento diz que não tem previsão para divulgar instrução normativa

Ministério do Planejamento afirma que existem ainda várias pendências e serem sanadas e cobrou mais informações do Estado sobre a situação dos servidores.

Da reportagem do Tudorondonia

Porto Velho, Rondônia – A publicação da primeira instrução normativa que estabelecerá os critérios para transferência dos servidores de Rondônia para os quadros da União não tem previsão para ser concluída, informou no início desta noite a secretária de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Marcela Tapajós.

Ela informou aos sindicalistas que participaram da reunião no Ministério do Planejamento que existem ainda várias pendências e serem sanadas e cobrou mais informações do Estado sobre a situação dos servidores. Justificou que ainda falta nomear uma comissão especial para tratar do assunto, uma vez que após a morte de Duvanier Paiva Ferreira, ninguém foi indicado para dar sequência ao trabalho.

Deputados que integram a bancada federal de Rondônia no Congresso e sindicalistas saíram frustrados da reunião. Eles acreditavam que o processo estava bastante adiantado e que não iria sofrer paralisação em decorrência da morte de Duvanier.

IMAGINO SE OS DEPUTADOS FICARAM “FRUSTRADOS” OU DESMORALIZADOS. OU, AINDA, SE FINGEM, POIS COMPACTUARAM COM MAIS ESSA VERGONHA.

Anúncios