Ontem a Seresta Cultural foi uma “belezura”.

Infelizmente, o prédio do Mercado Cultural continua uma peneira. Chove mais do lado de dentro que do lado de fora. Mais uma cretinice da administração Roberto Sobrinho. Afinal, tivemos que parar os eventos naquele local por dois meses para que fossem realizados consertos. Só que o telhado continua da mesma forma. E, agora, quando começa a temporada da chuva, corre-se o risco de perder o melhor local para eventos públicos de Porto Velho. Até quando? Acho que ninguém arrisca dar palpite…

Mesmo porque os dois candidatos que temos para o próximo mandato de prefeito não são salva-vidas. Muito menos de cidade.

Nossa!… como as opções para o segundo turno parecem maquiavélicas.

Dr. Mauro, mesmo sendo pessoa respeitável, dentro e fora da política, parece que desta vez se deu mal.

Acontece que o Partido só queria (ao que parece) dividir o eleitorado. E corre o risco de perder um dos Deputados mais atuantes de nossa bancada federal. Tudo por conta de uma prefeitura que paga uma miséria de salário.

Dá para entender? Trocar o salário de Deputado Federal pelo de Prefeito? Com verba de gabinete e tudo – incluindo-se as mordomias?

E parece que ele vai ter que trocar Brasília por Porto Velho.

Isso, se o povo não der mais uma chance ao azar e colocar o “espertalhão” da bandeja no Palácio Tancredo Neves.

Só falta essa pra nossa capital ser mais vilipendiada, ainda.

De qualquer forma, Nazif deve se eleger e – de passagem – levar para o palácio Dalton di Franco. Que deverá assumir tão logo cheguem as eleições para Deputado, Senador e Presidente.

Quem viver verá.

 

Bom…

 

Hoje é sexta-feira, dia de Ernesto Melo comandar a Fina Flor do Samba no Mercado Cultural. A noite promete.

 

E tem outro evento que deverá irradiar pelos quatro cantos da cidade.

É o Projeto Só Bambas da Escola de Samba Asfaltão, que traz em seu bojo, essa noite, Mávilo Melo e Waldison Misteira.

A Escola tem por tradição homenagear vivos e mortos. E não será diferente desta vez. Além da dupla de sambistas-compositores haverá homenagem póstuma a Neimar, também conhecido como “Pato Rôco” ou “Miro Farofa”. Neimar foi integrante da primeira “troupe” do Grupo Guaporé e partiu para o “andar de cima” em novembro de 1997.

 

Portanto, a pedida hoje é samba. Samba de Raiz, Samba-choro, samba-canção…

 

E domingo é política. Se você não faz parte ou não quer participar ativamente de nenhum partido político, pelo menos cumpra seu dever de cidadão votando conscientemente.

Não se deixe levar pelo papo de moço bom.

Vote pela coletividade e não por você, individualmente.