Embora não tenha atualizado este espaço nos últimos dias – poucas notícias realmente importantes – tenho notado que meus seguidores continuam visitando-o.

Hoje é sexta-feira. Diria-se: Dia Internacional da Cerveja!.

Nada disso. Hoje é apenas o dia seguinte à Seresta Cultural que acontece todas as quintas no Mercado Cultural.

Por falar nisso, ontem Heitor demonstrou mais uma vez que tem jogo de cintura pra enfrentar “numa boa” os críticos de plantão.

Houve gente do atual governo que garantiu que só apoiaria a Seresta Cultural se não fosse incluido o gênero “sertanejo”.

Pois Heitor não deixou por menos. Atendeu aos apelos de charles Silva (& Cia) e abriu espaço para uma troupe – das melhores – em se trantando de Sertaneja.

Foi tão “bão” que mesmo depois de terminada a seresta, o som ainda continuou nas mesas.

Parabéns, Heitor.

E………………. PARA DESCONTRAIR, QUE HOJE É SEXTA-FEIRA

Troca de Bilhetes

Um homem entra no seu restaurante favorito e senta-se na mesa de sempre. Dá uma olhada em redor e descobre uma bela mulher numa mesa próxima. A mulher estava completamente só. O homem chama o empregado e pede-lhe para mandar à mulher o Merlot mais caro que tivesse, supondo que, se a mulher aceitasse o vinho e se renderia a seus pés.
O garçom levou o vinho à mesa da mulher:
— Isto é um presente daquele cavalheiro.
A mulher olha o vinho com frieza durante um segundo e decide enviar um bilhete ao homem.
Entrega-o ao garçom que, por sua vez, o entrega ao destinatário.
O bilhete dizia:
“Para que eu aceite este vinho, você deveria ter uma moto potente e uma caminhonete irada na sua garagem, uma boa grana no banco e 17 centímetros dentro das calças.”
Depois de ler o bilhete, o homem decide responder.
Dá um bilhete ao garçom, para que ele o entregue à mulher.
O bilhete dizia:
“Para sua informação, tenho uma Nissan Frontier último modelo, uma Kawasaki Voyager 1200cc, uma Amazonas 1600 e um Triciclo 1600 cc na minha garagem. Além disso, tenho o dinheiro que preciso para fazer as minhas festas. Mas, nem por uma mulher bela como você, eu cortaria cinco centímetros do meu pênis. P.S. Devolva o vinho”.

 

 

Troca de Bilhetes

Um homem entra no seu restaurante favorito e senta-se na mesa de sempre. Dá uma olhada em redor e descobre uma bela mulher numa mesa próxima. A mulher estava completamente só. O homem chama o empregado e pede-lhe para mandar à mulher o Merlot mais caro que tivesse, supondo que, se a mulher aceitasse o vinho e se renderia a seus pés.
O garçom levou o vinho à mesa da mulher:
— Isto é um presente daquele cavalheiro.
A mulher olha o vinho com frieza durante um segundo e decide enviar um bilhete ao homem.
Entrega-o ao garçom que, por sua vez, o entrega ao destinatário.
O bilhete dizia:
“Para que eu aceite este vinho, você deveria ter uma moto potente e uma caminhonete irada na sua garagem, uma boa grana no banco e 17 centímetros dentro das calças.”
Depois de ler o bilhete, o homem decide responder.
Dá um bilhete ao garçom, para que ele o entregue à mulher.
O bilhete dizia:
“Para sua informação, tenho uma Nissan Frontier último modelo, uma Kawasaki Voyager 1200cc, uma Amazonas 1600 e um Triciclo 1600 cc na minha garagem. Além disso, tenho o dinheiro que preciso para fazer as minhas festas. Mas, nem por uma mulher bela como você, eu cortaria cinco centímetros do meu pênis. P.S. Devolva o vinho”.

 

Sanduíche Cremoso

O casal de namorados estava assistindo à televisão, sentado no sofá ao lado do pai da moça.

Assim que o velho cochilou, a moça arrastou o namorado para o seu quarto e ficaram lá na maior esfregação, até que ouviram o pai chamando o nome da moça:
— Onde vocês estavam? – perguntou o pai, rispidamente, logo que eles voltaram.

— Estávamos na cozinha fazendo um sanduíche! – explicou a moça, tentando parecer convincente.

— Ah, é? E esse negócio branco escorrendo pela sua perna… É maionese?

A Loira na Concessionária

A loira gostosíssima entra numa concessionária, escolhe o modelo mais caro e sem pechinchar, dispara pro vendedor:
– Vou levar este, mas com uma condição!
– Pois não?
– Quero que vocês instalem um pára-raios nele.
E sem disfarçar o sorriso o vendedor responde:
– Pára-raios? A senhora me desculpe, mas eu nunca ouvi falar de um carro que usasse um negócio destes!
– Ah, é? Aposto que você também nunca ouviu falar de sequestro-relâmpago! Rélou-ô!

 

 

No Zoológico com Vovó

A avó leva os netinhos ao zoológico, e ao chegarem no viveiro das aves, ela diz:— Vejam, crianças! Aquela lá é a cegonha, que leva os bebês para suas mamães.
Então, o menininho diz para a menininha:— O que você acha? Contamos tudo pra vovó, ou a deixamos morrer inocente?

 

 

Subindo no Elevador

Um velhinho de mais ou menos uns 80 anos de idade entra num elevador, onde uma linda mulher, loira e gostosa, de corpo deslumbrante pergunta:
— Sobe?

— Quem me dera, minha filha… Quem me dera!

 

 

Amendoim no Ouvido

Enquanto assistia ao futebol na televisão, o cara bebia sua cerveja e comia uns amendoins. Ele aproveitava ainda para vigiar a sua filha que namorava na varanda.
Lá pelas tantas ele sente uma coceira no ouvido e tem a genial idéia de coçar o ouvido com um amendoim.
A coçada ia bem, até que a casca do amendoim quebrou e o caroço entalou no seu ouvido.
Desesperado, o cara tenta tirar o amendoim com o dedo, mas só empurra mais pra dentro. Então ele grita por ajuda.
Aparecem na sala a esposa, a filha e o namorado. Ninguém sabe o que fazer com o pai, que continua com o amendoim entalado e gritando como um louco.
O namorado, querendo ganhar uns pontos com o sogrão, encontra uma solução:
— Calma, que eu dou um jeito! Quando era escoteiro, eu sempre socorria os amigos!
O rapaz mete dois dedos no nariz do marmanjo, e diz:
— Fecha a boca e sopra pelo nariz com bastante força!
O cara faz o que o rapaz mandou, e eis que o amendoim sai voando do ouvido!
Encantada, a mulher diz para o marido:
— Viu que gracinha esse rapaz? Tão calmo e tão controlado nas emergências! O que será que ele vai ser? Médico?
E o marido, com cara de poucos amigos, responde:
— Pelo cheiro dos dedos, vai ser nosso genro…

 

 Eu, hein?… Fui…………..

 

 

Anúncios