Extraido do site Rondoniaovivo <http://www.rondoniaovivo.com.br/noticias/quebrado-presidente-da-alero-afirma-que-governo-confucio-esta-sem-dinheiro-e-servidores-podem-ficar-sem-salario-video/89570#.T-2x2uzLhQM&gt;, o texto abaixo me pareceu maquiavélico, pois usa dois contrapontos. Elogia a pessoa de Confucio Moura e enaltece sua integridade. Por outro lado, inspira a desconfiança popular sobre a pessoa do Governador. Acho que a opinião pública precisa de mais fatos esclarecedores e menos texto político.

De qualquer forma, decidi publicar aqui para ambas as correntes (pró e contra governo) analisarem as declarações do atual presidente da ALE-RO.

O presidente da ALE/RO (Assembleia Legislativa do estado de Rondônia), Hermínio Coelho (PSD), realizou na manhã desta quinta-feira (28) um balanço das atividades da casa de leis do estado e falou sobre o rumo que a assembleia irá tomar no próximo semestre de 2012.

Para Hermínio Coelho a principal preocupação dos deputados estaduais nesse momento é a forma como o estado vem gerindo seus recursos, que ao que tudo indica está sendo realizado da maneira mais irresponsável possível, não descartando inclusive a probabilidade de um atraso no salário dos servidores públicos estaduais em Rondônia.

“O governo do estado vem deslocando sumariamente verbas que seriam destinadas à outros fins para poder cumprir a folha de pagamento dos servidores. A assembléia legislativa irá descobrir o que vem acontecendo com as contas do estado para que chegássemos a esse ponto”, afirmou Hermínio Coelho.

O dinheiro remanejado para o pagamento dos servidores em questão trata-se da dívida fundada destinada para o pagamento de dívidas do estado, ou seja, dívida contraída para atender a desequilíbrio orçamentário. Situação que coloca em risco as contas de Rondônia, pois não há informação de como esse dinheiro será reposto.

Vamos passar a fiscalizar de forma mais concisa as contas do estado, pois o que percebo é que para o governador Confúcio Moura tudo está às mil maravilhas e não está! Estamos às vésperas de passarmos por momentos de dificuldades que não vivenciávamos há muito tempo”, disse o deputado Hermínio Coelho.

O deputado Hermínio Coelho também garantiu que está trabalhando em conjunto com os deputados para coadunarem em um levantamento dos investimentosdo governo, que para o deputado estão sendo realizados de forma populista.

Aprovamos o plano Futuro, porém na minha concepção esse investimento assistencialista poderia ter servido para executar projetos e programas públicos efetivos e duradouros a sociedade”, falou Hermínio Coelho.

O plano Futuro é um projeto realizado pela equipe do governador Confúcio Moura onde aumenta o repasse do Bolsa Família. Para investir no projeto foi necessário um investimento superior a R$ 1 bilhão de reais.

O presidente da ALE/RO foi enfático ao dizer que o estado está passando por sérias dificuldades financeiras e que Confúcio Moura está com um “pepino” nas mãos.

Não entendo como um governador com um problema desse, sem poder em breve pagar seus servidores ainda realiza uma licitação de R$ 16 milhões para aquisição de material esportivo. Como? Em um estado que não tem sequer projetos esportivos decentes!”, disse Hermínio Coelho.

Se as fiscalizações do legislativo culminarem numa CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) e comprovada a má aplicação de recursos e até atos ilícitos com a verba pública, um pedido de Impeachment contra o atual governo poderia ser realizado

Quanto ao posicionamento em algumas vezes passivo do governador, o presidente da casa de leis de Rondônia foi incisivo ao afirmar que por muitas vezes o governador do estado não demonstra preocupação com os problemas que se acumulam.

O Confúcio Moura parece que está todo dia a base de chá de marirí! Não tenho nada contra ele, aliás o governador é uma ótima pessoa, só que eu como presidente da ALE/RO quase não durmo e como direito,enquanto o nosso governador dorme às oito da noite, vai caminhar às quatro horas e navega tranquilamente na internet”, exclamou Hermínio Coelho .

Quando questionado se as fiscalizações do legislativo culminarem em uma possível CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) e comprovada a má aplicação de recursos e até atos ilícitos com a verba pública, um pedido de Impeachment contra o atual governo poderia ser realizado, Hermínio foi enfático ao afirmar que não gostaria de fazer isso, porém se fosse necessário sim.

Vale ressaltar que houve uma intensa movimentação da sociedade quando comprovadas irregularidades envolvendo o ex-deputado e presidente da ALE/RO, Valter Araújo, que resultou na criação de uma Comissão Processante e conseqüentemente na cassação do deputado.  Para o presidente da ALE/RO o mesmo poderia acontecer no executivo, só que dessa vez partindo da própria assembléia as investigações e formulações de denuncias.

Aqui na ALE/RO nós demos a resposta ao povo, cortamos na própria carne para moralizar nossa casa, porém não gostaria nenhum pouco de fazer isso com um homem intégro como o Confúcio Moura, porém se chegarmos a um ponto onde não haja mais solução, até para a ALE/RO não ser responsável por omissão, teremos sim que realizar um pedido de Impeachment”, enfatizou Hermínio Coelho.

Ao final da entrevista o presidente da casa de leis estadual deixou claro que o pior momento da assembléia já havia passado e que agora é o momento de trabalhar em conjunto com a sociedade para edificar um estado forte e livre da corrupção.

A Assembléia Legislativa de Rondônia hoje está com a cara da comunidade, estamos disponíveis para receber as entidades, associações e comunidade em geral para resolvermos os problemas”, concluiu Hermínio Coelho.

Anúncios